Ponto de Vistapor: SAMER AGI - Paixão Pela Vitória

Nesta sexta quero compartilhar com vocês um texto muito especial que conheci por meio de minha adorável companheira e esposa. Quem escreve é um juiz de Brasília-GO. Um combustível para o fim de semana, que a folga não nos deixe fraquejar, e no meu caso, que seja uma inspiração para quem for trabalhar. 🙂

PONTO DE VISTA

Ponto de vista é a forma como você enxerga o mundo. É, também, a forma como você enxerga você.

James Hunter, em “O Monge e o Executivo”, diz que o ser humano procura chamar a atenção de duas maneiras: ou como líder, ou como vítima.

Tudo depende do ponto de vista, ou melhor, do SEU ponto de vista.

Como você se vê? Você é a vítima? A vítima de uma correção injusta na segunda fase do concurso. A vítima das circunstâncias, já que um ente querido ficou doente na semana da sua prova e você não pôde estudar… A vítima da falta de tempo, da falta de condições financeiras, da falta de apoio… Afinal de contas, você tem filhos, precisa trabalhar, precisa ir ao banco pagar contas… E tudo… Tudo parece conspirar contra…

Ou você é o líder? O exemplo? O exemplo que quando foi prejudicado em um concurso, entendeu que aquela não era a sua porta, mas que a sua porta não deixou de existir e que ela está aberta. O exemplo que, mesmo quando o parente ficou enfermo na semana da prova, carregou para o hospital, junto com o cobertor e o travesseiro, o Vade Mecum para dar uma lida no ECA e no CDC nas horas mais tranquilas. O líder que, tendo que esperar na fila do banco, sempre leva debaixo do braço um livro de questões comentadas e aproveita os 20 minutos de espera para resolver 10 exercícios… O exemplo que, tendo que trabalhar o dia inteiro e só conseguindo estudar 2 horas por dia de segunda a sexta, estuda 10 horas no final de semana “pra compensar”. E quer saber? Compensa.

Compensam o sacrifício, o sofrimento e as renúncias.

A vida é uma peça de teatro. Um dia você vai mudar de cena. A cena tem que mudar. É a lei da história. E em vez de o capítulo ser você chegando na biblioteca, com aquela camisa surrada, e carregando o Vade Mecum, a cena vai ser você chegando no seu gabinete, de terno, e carregando… carregando a toga. Afinal de contas, no próximo capítulo desse filme, você é juiz.

Um dia, você vai abrir os olhos e se perguntar: “O que eu sou?” E a resposta vai ser: “Eu sou juiz”.

E hoje? Hoje, pode abrir os olhos e responder: “Eu sou juiz em potencial. Posso ESTAR em qualquer outra profissão. Mas SER… SER mesmo… Eu sou juiz”.

E isso vale para qualquer profissão, desde que seja a profissão dos seus sonhos!

Decida der um líder! Continue caminhando. Cada dia mais próximos.

Por: Samer Agi. Paixão Pela Vitória pág. 152, 153

Esse texto fala muito ao meu coração, porque como todos, ele tem desejos, e muitas vezes quer que seja tudo de imediato. Preciso aprender a esperar e a olhar do ponto de vista que TUDO nessa vida é uma experiência. E como diz uma frase da minha música preferida (aquela que deu origem à nossa marca): “Quando Deus abrir eu vou entrar e ali eu sei que vou me encontrar. Não vou me frustrar pois Deus só abre as portas de onde ele está” – Estevão Queiroga.

Curta nossa Fanpage, siga-nos no Instagram – @italocesarfoto, no Snapchat – italocesar4 e no Twitter – @italofoto


Entre em contato para saber como ter suas fotos: Aqui ou por e-mail italo@italocesar.com.

Comments

comments